sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Será que Meu Corpo está Adequado para a Praia?

Você pode ouvir baixinho esse som, enquanto lê ;)

Olá Conectados!

 Faz calor, muito calor e como eu moro na praia (Senta que lá vem a Ostentação)... 

 Não queria almoçar e então fui à praia no meu horário de almoço. Dei um mergulho e depois fiquei sentada embaixo do guarda-sol.
Expectativa: Eu,  lendo, bronzeada, almoço na praia, fazendo a Diva.
Realidade: Eu, cheia de areia, mal conseguindo ler pela claridade, comendo sanduíche barato do ambulante  e com o cabelo todo esgruvinhado do vento. 

Enfim, eu nesse momento, de repente olho para o lado e percebo uma moça ao meu lado, sentada na esteira, torrando no sol, de roupa.  
 
  Continuei minha leitura até que fui assustada pelo celular, da moça, que berrou freneticamente ao som do "lepo lepo". Quando ela atendeu ao maldito celular, reconheci o sotaque característico de Minas Gerais, sotaque que inclusive muito me encanta. 

 A moça  atendeu e começou a falar extremamente alto. Fui capaz de ouvir a conversa inteira, ainda que não fosse a minha intenção. Então, lá pelas tantas, a moça:

 "-Sim, eu tô em Camboriú. Veio todo mundo, o pai, a mãe, o fulano... ...Eles tão na água, mas eu não vou entrar não.. Não gosto de praia...        
 ...Ah, eu gosto de praia e não vou colocar biquíni não. Eu tô gorda e o trem deve tá gelado. ...Eu nem queria vir, uai. Eu nem tenho corpo adequado pra praia, quando eu tiver magra eu volto. "

  Pronto! Um botãozinho em mim foi ligado. Aquele botão do interesse pela vida alheia. Fiquei com vontade de conversar com ela e dizer: Ei, você está ótima. E, todo mundo tem corpo adequado para praia, basta ter um corpo! 

 Mas, acabei não o fazendo, porque no momento em que pensei em fazê-lo a família chegou, desmontando acampamento.

  MEUUUUUU DEUXXXXXXXXXX! Ela não havia cedido à pressão do sol, de 85º do meio dia, em entrar na água,  porque não achou que seu corpo poderia ser mostrado na praia? O que nós estamos fazendo com o mundo?

 Fiquei pensando sobre isso e confesso que fiquei arrasada. Refletindo em quantas vezes eu também comprei essa ideia imposta de corpo perfeito. 

 Quem disse que existe corpo adequado para ir à praia?? 
 Por que essa obrigação de ter um corpo de acordo com um padrão que é imposto pela sociedade de consumo? 

 Querer ser magro, saudável ou ter um corpo torneado não faz mal à ninguém. Que fique claro que esse não é o foco dessa reflexão. Todo mundo quer ser saudável, bonito e se sentir bem consigo mesmo. 

 No entanto, tem algo de muito errado acontecendo. Estamos sendo escravizados e condicionados a nos achar proibidos de algo, quando diferimos desse molde imposto, de formas físicas. Isso é absurdo e revoltante!

 Onde foi que deixamos  que isso virasse regra, ou que essa ideia de que todo mundo deva ter um corpo, assim/assado, entrasse em nossas mentes???

 O padrão de beleza muda com a sociedade de consumo. Ele muda com a indústria, com a mídia e com aquilo que dá dinheiro para algumas marcas. E a gente aceita feito acéfalos.

 Quem disse que somos obrigados a gostar de um determinado tipo de corpo???

 Todos os dias eu vejo corpos seminus. Eles estão cada vez mais iguais, mais expostos e menos interessantes. Os peitos e bumbuns de alguns, não são mais coisas privadas. Estão por aí, exibidos como um troféu.  Basta olhar o facebook ou os perfis do instagram.

  As poses para a foto no espelho, e as tags #partiuacademia,  são sempre exibidas com status de conquista. Porém, na boa, esses tais corpos lindos, de tanto ficarem expostos, não estão perdendo o encanto?

 Toda hora, aquela tal da pose dor na lombar e vai ou pose pavão com formiga saúva,. Eu já nem sei mais quem é quem, de tanta foto repetida.
E aquelas fotos do tipo,  peitão com legendas "pseudoromanticointelectuais." 
"Ela é do time que acredita no amor, na beleza, e no blá blá blá.... 

Aiii, dá um sono!

 Algumas pessoas ainda postam fotos com legendas rudes, como se todo mundo estivesse muito preocupado se elas passam 3 ou 4 horas por dia na academia ou se todo mundo tivesse obrigação de ter cirurgia plástica. 

Mas, o triste não é a soberba dessas legendas. O triste, é ver gente abatida porque se sente indiretado com as as frases do tipo "enquanto você come seu chocolate, eu estou aqui magra, ó! Morra de inveja!

 Sabe o que eu penso, na real? Que privilégio poder comer um chocolate! ;) Que privilégio não chamar atenção, apenas por estar mostrando dois potes de tupperware grudados no torax .

 Quem disse que eu tenho que comprar tal ideia ou tal estilo de vida?

Desculpa industria,  se o fato de eu não estar a fim de seguir o seu estilo "padronizado" ou "parece feito no photoshop" te incomoda, mas eu não sou obrigada a nada! Eu nunca gostei de uniforme!

 Há uma tentativa de padronização tão grande, que é chata pacas.  Estamos permitindo que isso se propague no nosso cérebro e nosso coração, como um câncer. Você não é obrigado a ser como o outro.  Você pode ser do jeito que quiser e mesmo assim ser bonito.

  Tem gente que está com a barriga tão seca e com a bunda tão dura, na foto; mas com capacidade intelectual tão diminuta que dá vergonha. Nem por isso eu penso que estão proibidos de frequentar o mundo. E,  por que, quem está fora do padrão, físico, estaria proibido de frequentar a praia?  

  



  Você quer malhar 3 horas por dia porque te dá um prazer danado. Ótimo. Uma salva de palmas verdadeiras pra você! Apenas NÃO malhe 3 horas por dia, quando você quer usar duas horas para outra coisa, simplesmente porque te disseram que você tem que ser igual ao cara da novela.

 Eu não quero parar de comer glúten ou lactose, e nem viver de batata doce com frango. Eu adoro comer. Eu adoro estar na mesa com um monte de gente, comendo e bebendo. Se você quer, ótimo! Só não venha ser rude com quem adora um chocolate.

  Todo mundo necessita ter o direito de ser diferente, principalmente,  fisicamente. E é isso que não podemos nos esquecer. 

Todos tem direito ao seu estilo, sua beleza e seu corpo!
Todos tem direito ao seu estilo, sua beleza e seu corpo!
Todos tem direito ao seu estilo, sua beleza e seu corpo!

 Todo mundo tem alguma limitação ou algo que não está totalmente "sarado". Alguns possuem gordurinhas a mais no corpo, outros possuem cérebro magro demais. 

 Não é impossível ser sarado e ser inteligente, que fique claro. Mas, antes estar insatisfeito com algo externo que com algo interno. 

  Pare de se preocupar com os outros. As únicas pessoas que se importarão ou criticarão o seu corpo, na praia, serão: você mesmo!

 Ninguém com sanidade mental atestada irá dizer: -Ei, você não deveria estar aqui, seu corpo é muito feio para o mundo!
 Porque você também não diz a qualquer um: -Ei, você é muito burro. Morra!"

 Eu moro na praia e te digo que, nós que moramos aqui, não estamos nem aí pro seu corpo. Ninguém ficará ofendido ou mesmo se importará se você estiver com uma mega pança, crateras de celulite ou com os peitos caídos, se divertindo, correndo de biquíni ou sunga por aí. 

 Para os frequentadores assíduos da praia, uma pessoa curtindo no mar é só mais uma pessoa curtindo no mar. E para os turistas... Bom, eles estão muito ocupados se divertindo para perderem tempo destruindo a auto-estima de alguém.

  Deixar de viver um momento de lazer ou deixar de nos refrescarmos, simplesmente por medo de reprovação alheia é até uma certa ingratidão com a vida. 

 Ingratidão com você que é perfeito e tem saúde para ir à praia, para viajar. Ingratidão porque você tem condições para usufruir do vento, do sol, da água e de toda a alegria das férias. 



 Nunca se esqueça de uma coisa:

 Ter um corpo lindo e maravilhoso, pode causar uma primeira impressão muito boa, sim! Mas, isso não é suficiente para fazer com que alguém goste de você de verdade. 

Já vi muitos amigos que trocaram parceiras lindas, todas trabalhadas na plástica, turbinadas, magras, e saradas, por meninas bem menos ... 
Como vou dizer... Ah, bem menos bonitas fisicamente. 

E o que essas meninas tinham de especial? Algo que só quem as conheceu de perto poderia saber. Pois,  o que tinham, estava além da aparência. 

  Quem gosta de você, gosta por razões que não tem a ver com o seu peso. Seja tudo aquilo que você quiser. Mas, seja apenas o que você quiser e não aquilo que te disseram para querer.

  



 Se você está viajando: #HaveFUN! Se você mora na praia.. #Partiu! Se você não quer que te analisem, não precisa ficar postando fotos da sua pancinha ou do seu bumbum no facebook. Garanto que no mar, todo mundo tá se divertindo demais para perder tempo te analisando.

 Mesmo que você esteja longe de ser uma Gisele Bundchen, você está na praia, benhêee! Alouuuuuu! Você veio para se divertir. Ah, e se alguém ousar te dar um olhar de reprovação, sabe o que você faz? Faz a bonita e manda Beijinho no Ombro

 Lembre-se de que uns com gordurinha a mais, outros com cérebro de menos. E, bem... quem paga suas contas?


Olhem que coisa maravilhosa essa foto! Alegria e Sorrisos ...


  Ninguém sabe que é você. Ninguém sabe o que você já passou, o que faz e o tamanho do seu valor. Se você pudesse falar em voz alta tudo o que tem de especial, garanto que ficaria surpresa(o). Vai ver você tem a voz mais doce do mundo, ou o sorriso mais lindo, ou a cor, ou os olhos, cabelos... 

 Quem sabe você tenha dons especiais, toque violão, conte historias, seja boa com pessoas... Tenha dedos lindos, um pé de dar inveja e uma bochechinha que dê vontade de morder? Eu acredito que todos temos coisas incríveis que só conhecerão aqueles que estiverem bem perto.

 
  Mas, quer ser atraente de verdade? Sorria e mostra a atitude! Está comprovado, pessoas que sorriem, na praia, atraem olhares por muito mais tempo que peitos e bumbuns sarados. Experimente se assumir do jeito que é. Se um corpo lindo pode atrair; uma atitude linda pode atrair e fisgar.

  Ah, e isso é conselho de quem vê corpos lindos e sarados 365 dias por ano.

Beijosss Cheios de Areia!

4 comentários:

 
© Café da Alice - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Thay Atallah.
Tecnologia do Blogger.