segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Apague o que ficou para trás. Esqueça!


Aperte o Play, baixinho!


 Olá, Conectados!

 Já estamos quase em fevereiro e tem muita gente necessitando deixar para trás o ano anterior. Deixar para trás as coisas que já não servem, que incomodam e, principalmente, que fazem mal.
Estava passeando pelo facebook e vi essa foto de uma borracha fofa da Happy Things. Entre tantos produtos fofos que a Happy Things vende, essa frase da borracha  me chamou à atençao.                                                        


Borracha disponível na Happy Things
 Como é difícil esquecer aquilo que precisamos apagar. Parece que quanto mais se quer esquecer, mais se pensa. Isso é super injusto!!! Você decide que quer esquecer aquela pessoa, mas de tanto querer esquecer não para de pensar nela. 

  Quem aqui já assistiu aquele filme " Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças", estrelados por Kate Winslet e Jim Carrey? No filme, Clementine (Kate Winslet) está tão desiludida com Joel, (Jim Carrey), que decide esquecê-lo para sempre. Ela se submete a um tratamento inovador capaz de retirar da memória todos os momentos vividos com ele. Joel, por vingança, decide fazer o mesmo. Não vou contar o filme para não ser spoiler. 
Você já pensou se existisse uma forma de apagar todos os momentos vividos com alguém? 



Porém, apagar tudo seria ruim, porque certamente existe algo bom para recordar. O problema é quando você sabe que aquela pessoa não serve e lembrá-la só faz mal. Hoje pode ser um bom dia para fazer um balanço sobre a vida e uma faxina do desapego. Muitas pessoas pensam que desistir é covardia. Eu digo que reconhecer a hora de desistir é pura coragem.

 Você precisa esquecê-la porque você tentou, lutou e insistiu, mas não teve o reconhecimento que merecia. Vamos fazer uma lista dos tipos de pessoas que necessitam obrigatoriamente serem apagadas?
  *A pessoa que não te colocou como prioridade, quando você a colocava em primeiro plano.
  *Aquela pessoa que mais tirou de você do que acrescentou.  Tirou seu ânimo, sono, beleza, e até seu dinheiro. Ela não precisa ter te roubado, mas você precisou pagar psicólogo, comprar remédios, roupas novas e até viajar para tentar esquecer? Quem sabe você perdeu até alguma prova ou faltou no trabalho!?
*Quem te iludiu com promessas e não cumpriu. Ele/Ela te fez fantasiar, sonhar com um futuro e só te deu um cartão de Adeus?
* Aquela pessoa que foi insensível aos seus sentimentos, covarde e não deu nem chance para vocês.
* Quem te deixou (te trocou) por outra pessoa. (Deletaaaa do seu cérebro e manda tomar no... Nao, manda só pro arquivo morto!)
* Alguém que fingiu ser realeza quando na verdade era anfíbio.
*Quem não respondeu às suas mensagens no whats app, ignorou seus emails ou ligações.
* Quem deixou você se apaixonar, ou melhor, FEZ você se apaixonar, deu corda, te seduziu e te enganou, para depois te abandonar.
* Quem só te quis para estepe ou para tampar buracos.

  Muitas pessoas deixam que o outro se apaixone pelo simples prazer do jogo. Entendem o que digo? Conheço gente que adora seduzir, que é doutor na arte da sedução. Lê livros, vê filmes e pega estratégias de diversos "gurus dos relacionamentos" simplesmente para seduzir. Essas pessoas tão vazias precisam usar o outro um pouquinho e depois dar tchau sem nenhum remorso, para se sentirem vivas.
 Infelizmente, existem pessoas que querem apenas caçar, pelo frenesi da coisa. Ás vezes são solteiros, às vezes compromissados.... Não importa! Eles pensam somente em si, estão sempre em primeiro plano. Agem de forma egoísta e mesquinha. Em minha opinião, são parasitas prontos para te sugar. Você conhece esse tipo?
Aprenda uma lição importante: raramente você se apaixona sozinho! Você precisa conversar, ter afinidade, se encontrar, tomar um café, passear, perceber gostos parecidos, dividir histórias.... Sei lá.... Ter alguns momentos, não acha? 



 Na maioria dos casos, você recebeu sinais para se apaixonar por alguém. Claro que você pode ter confundindo tudo. Se confundiu, se a culpa é sua e está doendo... Beleza! A pessoa, mesmo que sem culpa, se faz doer, também deve entrar para a lista das pessoas obrigatoriamente esquecíveis de sua vida.  Não se engane com essa ideia " - Ah, podemos ser amigos, ele não fez nada de mal para mim". Vocês poderão ser amigos. Um dia... No futuro.... Quando você realmente quiser essa pessoa para amiga.

 Se ainda não há uma máquina capaz de remover lembranças, eu diria que o primeiro passo para conseguir esquecer é: Decisão. Você precisa decidir que realmente não quer mais oferecer amor a quem não o merece. Se você se conscientizar que ele/ela te faz sofrer, seu cérebro vai trabalhar melhor na ideia de engavetá-lo(a). 

  Uma vez um amigo, que é médico, me disse que o cérebro precisa construir novas lembranças boas para apagar algumas ruins. Ele disse que é possível minimizar os impactos desses flashes,  de memórias ruins, construindo novas 'memórias' boas. Eu não sei se ele estava falando cientificamente ou se estava só fazendo uma observação por experiência de vida. 

 No entanto, como mãe posso dar um exemplo para dizer que novas memórias funcionam. Quando você está em trabalho de parto pensa que aquela dor (das contrações) nunca vai acabar. Pior, pensa que nunca vai esquecer. No momento em que seu bebê nasce, você simplesmente deleta tudo o que estava sentindo. É transcendental. Você vê aquele bebê, ouve aquele chorinho, vê a expressão do médico, dos enfermeiros e parece ter sido teletransportada para outra dimensão.  
 Claro que você pode se lembrar daquela dor depois de um tempo quando contar megadramaticamente o quanto sofreu para dar à luz. Porém, quando você pensar no parto, a primeira imagem que virá a cabeça será a lembrança boa (o bebê) e não a ruim (a dor). 
 O que eu quero dizer com todo esse blá blá blá? Quero dizer que se você sabe que precisa passar uma borracha; precisa tomar uma atitude. A atitude é a decisão de esquecer. Se você decidir que não serve para você, use a borracha. Dói demais amar quem não nos ama da mesma forma!

 Se sente que deve apagar, não perca tempo. Use a borracha no número de telefone que está na sua agenda; no contato no facebook; no caminho que te leva a passar em frente ao trabalho ou casa do infeliz; naquelas fotos que estão no seu celular te fazendo lembrar... e todas aquelas coisinhas que acionam mais lembranças no seu cérebro.
Bloqueie no whats app, e só desbloqueie quando tiver superado! Se você não decidir de verdade, nunca conseguirá construir novas lembranças para ocuparem esse espaço que está preenchido, te machucando.

 Faça isso, comece um novo tempo se dando de presente uma mente com recordações novas. Se você decidir esquecer, usar a borracha em tudo que der, estar aberto ao novo para construir novas memórias... irá esquecer, irá superar!   

  Eu desejo que você tenha histórias de amor de sucesso. Desejo que você seja muito amado e ame muito também. Desejo que você ame quem te ama e seja amado por quem você ama. <3<3<3 Desejo um ano, que começa hoje,  sem sofrimentos e sem amores unilaterais, frágeis ou doentios.  

 Muitos Beijos de Amor !

P.S. Bom, se fizer tudo isso e não superar...  Aí, meu conectado, é amor e dos brabos ou psicose. Recomendo sair mais, instalar App de Encontros, mudar de cidade e Sessões de Terapia na Veia.


Se você gostou e sente que esse texto pode ajudar alguém, fique à vontade e compartilhe-o. =)

4 comentários:

  1. Uau! Ótimo texto! Sessões de terapia na veia foi boa! Hahahah... Amiga, você já me salvou muitas vezes na minha vida, inclusive me ajudou a apagar quem me fez mal, que na verdade quando me dei conta, havia morrido de tanto ser apagado!rss... Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Que ótimo Esther! Fico bem feliz que minhas palavras de alguma forma te ajudaram. Essa é a intenção, ajudar. Desejo um excelente 2016, cheio de amor (amor bom e verdadeiro) e muita saúde para aproveitá-lo.... beijossssssssss

    ResponderExcluir
  3. Feliz Ano Noooovo!
    Post inspirador ;)
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Alessandra, um excelente 2016 para você também. Que ótimo que gostou! Volte sempre. Beijoss

    ResponderExcluir

 
© Histórias de uma Coffebooklover - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Thay Atallah.
Tecnologia do Blogger.