sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Viagem para Bariloche. Bari é demais! Sugestão de hotel em Bariloche.

Olá conectados,                                    (Post Revisado em abril de 2016)

 Já estamos na primavera (minha estação preferida), mas ainda é possível curtir alguns dias de neve na Patagônia Chilena ou Argentina. Se você curte neve e pode viajar por esses dias, essa será uma boa pedida. 


 A pequena historia de como fui parar em Bariloche...


Estive em Bariloche no final de julho, início de agosto e foi sensacional. Quem me acompanha aqui no blog ou no canal do youtube sabe que as minhas férias desse ano deveriam ter sido para Ushuaia e El Calafate.

 Quem me assiste no canal sabe também que eu me orgulhava de dizer que iria para o "fim do mundo". Já que os Patagônicos Argentinos elegeram Ushuaia como o final do mundo, por ser a cidade mais Austral do Planeta (mais ao sul da Terra). Se é o fim do mundo ou não, há controvérsias. Pois, há um povoado Chileno ali bem próximo. 

 But, polêmicas à parte... O que houve com minha viagem foi um inesperado cancelamento de vôo quando já estavamos em Buenos Aires prontos para embarcar. Estávamos com hotel e passeios pagos, quando nos avisaram que não poderíamos decolar porque havia gelo na pista. 

 Nessa hora iniciou se a confusão. Havia uma gritaria no aeroporto por diversos cancelamentos de vôos das Aerolíneas para vários lugares, pessoas berrando nos guichês da companhia, uma confusão para pegar as malas que já haviam sido despachadas e um monte de funcionários falando um espanhol nada "entendível" já que estávamos todos muito nervosos.

 Após longas filas fomos informados de que nosso voo só poderia ser reagendado 5 dias depois. What?!?!?!  

 Não quero entrar aqui no mérito do porquê meu voo foi realmente cancelado e se eu acredito nessa história de gelo na pista. O fato é que não queríamos voltar para o Brasil, não poderíamos ir para um destino que não fosse com neve, (já que nossa mala era de baixas temperaturas) e não queríamos ficar em Buenos Aires porque já tínhamos aproveitado Buenos. 

 Sob pressão, o Marcelo teve a ideia de irmos para Bariloche,que também fica na Patagônia e neva. 

 Conseguimos um voo que saía quase a meia noite, reservamos o primeiro hotel que apareceu no booking e embarcamos sem saber nada sobre a cidade, absolutamente nada.

 Mas, como diria minha avó: Há males que vem pra bem! 

 O hotel ainda não tinha muitas avaliações no booking, porém foi um presente do Universo. Agradeço a Deus por ter reservado esse hotel. Chegando em Bariloche uma amiga, a Sônia, preocupada com a situação, me indicou um grupo de facebook  incrível que nos auxiliou generosamente com dicas em toda nossa estada na cidade. 

 Para conhecer o grupo Bariloche. Região dos Lagos e Paralelo 42 clique aqui.


Hotel Del Viejo Molino

  Post Sobre Hotel em Bariloche e Dicas

 Se você caiu nesse post porque está procurando hotel em Bariloche, chegou o parágrafo que você esperava. Eu super recomendo a você a Hostería Viejo Del Molino

O hotel é lindo, aconchegante, quentinho, limpo, fica na avenida do Lago, tem um restaurante delicioso, preços bons e o atendimento é fantástico. Qualquer palavra que eu use para elogiar o atendimento será pequena. 

Eles são prestativos em tudo o que você precisar, desde transfers, comida, locação de carro e informações. Fizemos a reserva e enviamos um inbox pelo facebook ao hotel. Em 5 minutos, o Francisco (que é uma pessoa incrível) nos retornou e nos agendou um remis às 03:30hs da manhã. A maioria dos hotéis só te deixa entrar as 14h da tarde.

Como se não bastasse, ainda nos permitiu fazer check in de madrugada.


 Há muita coisa para contar sobre Bariloche, mas o farei em doses homeopáticas. Hoje, quero falar somente sobre hotel porque não quero cansá-lo com tanta informação. Coloquei no canal o primeiro vlog de viagem. 

 Ainda virão outros e espero que isso te ajude a organizar sua ida para lá. Deixo o vídeo para que você tenha uma noção melhor da cidade. Nos próximos vídeos mostrarei um pouquinho mais do hotel e muitas aventuras na neve. =D



 Porém, uma dúvida que muitos turistas tem é sobre qual localização escolher em Bari.

 A dica que dou: se você quer curtir neve e o charme do frio, escolha um hotel na Avenida do lago Nahuel Huapi. Mas, escolha o hotel certo! No meu hotel, o Viejo Molino, havia restaurante e eles disponibilizavam vários serviços, sem cobrar nada em cima. 

 Isso facilita muito a vida de quem não quer sair à noite para comer, justamente por chegar exausto dos passeios na neve. E os preços, como já disse, eram ótimos para pedir comida ou pizza. 


 O centro é bacana para você bater pernas, fazer comprinhas ou se estiver com crianças e idosos. Mas, você não vai à Bariloche só para fazer compras, você vai pelo adventure que a cidade proporciona. Se você tem disposição para caminhar, pegar bus e quiser ver aqueles jardins nevados lindos e a neve na janelinha, fique "no quilometro". 

 Em Bariloche o numero do hotel tem a ver com a distancia que ele está do centro. Por exemplo, o meu era Av. Bustillo, 6400. Eu estava a 6 kms do centro. Por um momento pensei que gastaria todo o dinheiro que levei em táxi. Até que o recepcionista me informou que havia uma coisa muito legal e barata, chamada: ônibus

 Esse meio de transporte, jamais teria sido pensado pela  jacureba aqui, se o próprio recepcionista não me informasse o quanto funcionava bem em Bariloche. A cada 20 minutos tem um para o centro. E é uma reta. Você entra em um ponto e para no centro. Para voltar é a mesma coisa. Não tem erro e custa apenas 3 pesos, minha gentii! 

 Um remis (espécie de táxi, sem taxímetro) custa em torno de 75 pesos. Existe também ônibus para o Cerro Catedral, que é a maior estação de esqui ali, por 10 pesos. Pensaaaa!!!! ;)




 Portanto, usamos ônibus eficientemente todos os dias. Nós também locamos carro para ir em San Martin de Los Andes e remis em alguns passeios que contarei nos próximos posts. Então, caro leitor, se você quiser aquele charme e  quiser fugir da muvuca/ barulheira das excursões de ensino médio (milhares de adolescentes cheios de energia) que lotam a cidade no período de julho; eu sugiro que você fique um pouco mais longe do centro. 

 E se nevar na sua janela, perto do lago, será um espetáculo! A Avenida do lago é de se apaixonar. Os hotéis são agradáveis, com arquitetura peculiar e geralmente com jardins lindos. O que eu fiquei era um charme. 


 Se você quiser saber preços veja no booking ou envie um inbox ao Viejo Molino pelo facebook. Ah, e se der digam que eu indiquei aqui no blog... quem sabe consigo um desconto para o ano que vem?! =D

Por hoje é só conectados, não deixem de falar comigo aqui e nas redes sociais, @gui_margutti Ah, e assistam aos vídeos lá no canal. Tem muita coisa legal.

Beijosss 

Hostería Del Viejo Molino | Av. Exequiel Bustillo 6400, Bariloche, Río Negro | Teléfono: 0294-444-1011 

2 comentários:

  1. Deu muita vontade de ir pra Bariloche. Quando eu for vou procurar esse hotel. Adoro seu humor nos textos. beijo

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, por seu comentário! Mas, nao sei seu nome para responder... se por acaso, entrar novamente, deixe o nome. =)

    ResponderExcluir

 
© Café da Alice - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Thay Atallah.
Tecnologia do Blogger.