quinta-feira, 27 de agosto de 2015

O #Yolo voltou!! Saiba o que significa a hashtag do momento. # Keep Calm And Yolo Baby!

Olá Conectados!
Você que é super conectado e que usa com frequência o twitter, instagram ou mesmo o facebook, já deve ter se deparado com a hashtag #yolo. As pessoas voltaram a usar essa sigla e inclusive grandes marcas tem feito campanhas publicitarias com a mesma. Se você não tem a menor ideia do que significa a Gui conta pra você!









 

Yolo é um lema em inglês, uma abreviação da fraseYou Only Live Once! A tradução dessa frase é  Você Só Vive Uma Vez. Dizem que essa gíria surgiu por volta de 2004 ou 2005 nas canções de rap americanas. Mas, chegou com tudo na boca dos adolescentes, em 2012. Eles a usavam quando contavam a alguém sobre algo legal ou algo que pretendiam fazer e  a resposta da outra pessoa era: Yolo! Faça! Isso, mesmo! Legal! Maneiro! Afinal Você Só Vive Uma Vez! You know what i mean?! Entendeu o que eu disse? =D

 Esta filosofia se assemelha ao conceito da famosa expressão: Carpe Diem. Algo relacionado a aproveitar o hoje, o agora, o dia, afinal essa é sua única vida. 
 No entanto, se você der um search nas fotos, pela hashtag #yolo, perceberá que a expressão, em muitos casos, também está associada a comportamentos irresponsáveis e nada saudáveis.
 É claro que tudo que fica muito popular gera polêmica. Hoje, já existe aqueles que amam a gíria Yolo e o que ela representa, mas há aqueles que repudiam essa filosofia. Inclusive,  o Maroon 5 Adam Levine fez uma participação na música "You Oughta Look Out",  do The Lonely Island, onde a mensagem é algo do tipo... " tenha cuidado, afinal você só vive uma vez". Uma coisa do tipo: Xovem, não saia lokeando não, meu filho!!!


 E você, querido leitor, o que acha? Euzinha, penso que a expressão é muito válida, se usada sem desculpa para fazer nada que nos coloque em risco e, principalmente, que coloque aos outros em risco. Penso que a maioria das pessoas deveria pensar na efemeridade da vida e do quanto ela é curta.  Assim, passaríamos menos tempo com mi mi mi e brigas desnecessárias. Escolheríamos o meu bordão que é: Escolha o Caminho Doce! Olha a minha hashtag aí: #choosetheseetway 
Mas, esse é tema para um outro post. 


 Também penso que muitas vezes focamos tanto no futuro que nos esquecemos do hoje. Isso me lembra aquela mãe que comprou uma louça linda de jantar e a família queria usá-la nas refeições, assim que chegou em casa. Mas, a mãe respondeu: -Não, essa louça é para uma ocasião especial! Na semana seguinte, no mês seguinte e no ano seguinte essa ocasião especial ainda não havia acontecido. A louça estava lá, linda, brilhando, totalmente paga em 10 vezes, guardada, esperando para ser usada. Tempos depois, os filhos já não moravam mais em casa, o marido já não tinha mais saco para comer sentado à mesa e aquele momento especial nunca chegou. Ele não chegou porque a mãe estava focada no futuro! 
 Creio que nesse sentido o yolo seja super válido. Todos os dias, todas as semanas devem ser vividas de forma especial e com energia gasta naquilo que nos faz feliz. Muitas pessoas esperam a vida inteira pela ocasião especial ou mesmo pela felicidade. Só que talvez o tempo seja curto demais para essa espera. Nesse sentido, viva o hoje. Tenha sonhos, planos e metas para o futuro. Mas, aproveite o dia e o caminho! Carpe Diem!!


Beijos

P.S. Não deixe de me seguir nas redes sociais. Estão todas ali do lado direito da página, inclusive uma breve descrição da minha pessoa. =D Ou, se preferir,  encontre me pelo: @gui_da1up


terça-feira, 25 de agosto de 2015

Viagem ao Chile - Último Vlog da Viagem para Santiago no Chile.

 Olá conectados,

  Hoje eu queria fazer um post sobre o final de semana encantador que tive com direito à viagem ao Asteroide B612,(quem leu ou assistiu ao Pequeno Príncipe, entende, rss) e um delicioso café na cafeteria mais charmosa de Balneário Camboriu, a Champagne Chocolat.  Porém, eu conto isso no próximo post que será sobre viajar para perto e viajar na sua própria cidade. 

  No entanto, achei que seria melhor finalizar (ao menos) os vídeos de Santiago antes de entrarmos em outros assuntos. Claro que há muita coisa a ser falada sobre Santiago e o Chile, mas também preciso falar dos #lugaresencantadores aqui mais pertinho da gente. Pois, recebo muitos emails com dúvidas sobre Balneário Camboriú e Curitiba. Portanto, queridos leitores, tenham amor e paciência comigo, que aos pouquinhos vou dividindo tudo com vocês.  

 Ah... E, por favor, não me abandonem mesmo que eu não consiga ser tão ágil como seria o ideal. Continuem falando comigo aqui e pelas redes sociais: @gui_da1up

Sobre nossa animada Santiago:


  Deixo o terceiro vídeo da série Vlog Santiago no Chile e já adianto que gravarei um vídeo na próxima semana (ou nessa) com algumas curiosidades e dicas sobre a capital chilena. Não deixe de se inscrever aqui no blog para que eu possa atormentar a vida de vocês por e-mail quando o blog for atualizado, ok!? =D

  Basta  digitar seu e-mail naquela caixinha ali do lado direito e você já está escrito.

Super beijos da Gui



Poderá gostar também de:




sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Viagem a Santiago no Chile, que dinheiro levar? Preço das coisas em Santiago no Chile!

Olá conectados! (Post Editado em 01/04/16)

Continuando nosso papo anterior sobre o Chile (se você não leu aos posts anteriores, recomendo que leia e assista aos vídeos no youtube) quero abordar hoje um tema que é motivo de dúvidas a todo viajante: Dinheiro.





 A dúvida cruel da viagem foi sobre qual moeda levar ao Chile. Eu sempre pensei que fosse muito mais vantajoso levar dólar. No entanto, com a alta do dólar há controvérsias. 

 Em minha humilde opinião, no atual cenário, só é vantajoso levar dólar a Santiago se você já tiver dólares estocados e se seu hotel te der isenção dos 19% de imposto, para pagamento em dólar. 

Se você ainda não tem dólar e tiver que comprá-los, esqueça!

 Supondo (hipoteticamente) que você consulte os sites de cambio hoje e encontre 1 dólar valendo 700 pesos, mas, 1 real valendo 200 pesos. Ops, qual sentido teria trocar dólar por peso? 

 Pois, para comprar 1 dólar são necessários R$ 4,00. E esses R$4,00 valeriam 800 pesos. Entendem? Tenham sempre em mente, como um mantra:

Quanto reais custam comprar um dólar?

 Ou seja,  não há vantagem em fazer duas trocas. Real para dólar e depois dólar para peso chileno. Pois, além de o dólar estar super caro para ser comprado; você pagará iof duas vezes sobre esse tipo de transação. E, você precisa levar em conta o valor do iof.

 Então, é melhor levar real e cambiar lá ou é melhor comprar peso chileno aqui

 Se você optar por comprar peso chileno, em razão do preço alto do dólar, será melhor comprar lá! Aqui, geralmente custará bem mais caro. 

 Mas,antes que você conclua algo, irei te contar sobre a minha experiência. Como eu fiz em Santiago. Eu ia viajar por 15 dias e me incomodava a ideia de levar todo o dinheiro na carteira. 

 Milhões de dúvidas vinham à minha cabeça: Se eu perder o dinheiro no começo da viagem? Se eu for roubada na rua? Se deixar no hotel e for roubada? Enfim, todas as dúvidas de circular com toda a grana, por um lugar novo. 

 Com base nessas minhas inseguranças, resolvi pesquisar sobre os travel cards. São esses cartões pré pagos próprios para viagem. Assim, eu poderia levar certa quantidade em dinheiro e certa quantidade no cartão. 

 Isso me daria maior segurança. Foi nesse momento que descobri que um cartão que eu já possuía, o cartão conta Super, também funcionava como Travel Card e tinha as melhores vantagens dos cartões que pesquisei. 



  O Marcelo já havia usado outros travel cards em viagens para Europa e então poderíamos ter uma boa noção para comparar Super e Outros Travel Cards.

 A primeira grande vantagem do Super era o câmbio , que estava muito melhor que o dos outros cartões. Outra vantagem era que o cartão Super serviria depois para fazer compras na internet, caso eu não usasse todo o valor que carreguei, poderia usá-lo como um cartão de crédito normal para comprar livros, roupas e qualquer coisa.

 Como se não bastasse, ainda tinha um câmbio melhor que o câmbio da Rua Agustina em Santiago, que é considerado o o lugar mais adequado, na cidade, para cambiar. 

 Como eu descobri que o câmbio Super estava melhor que em Santiago? Eu participo de grupos no facebook de viagem para Santiago, e praticamente dia sim ou dia não, me comunicava com alguém que estava em Santiago para saber o valor do câmbio. 

 A vantagem do câmbio no cartão chegou a ser 18% maior em alguns dias e 15% no geral. Pense! Se você trocar mil reais e ganhar 18%, é um excelente ganho, não é?! 

 Dessa forma, decidi que levaria o cartão super que eu já tinha e só precisaria carregá-lo com peso chileno. Inclusive tenho um vídeo no meu canal no youtube explicando certinho como funciona o cartão super e também um post aqui no blog. 

 Quando fiz o vídeo não pensava em usar o cartão no Chile, por isso no vídeo não falo do uso dele lá. Mas, explico como adquiri-lo e as vantagens. Vou deixar o link aqui para quem tiver interesse.



 Resolvido que levaria uma parte em dinheiro e outra parte no cartão Super, eu precisaria saber como eu usaria esse cartão. Se haveria taxa para usá-lo lá na função débito ou crédito, se haveria taxa para saques e, pior, se seria fácil encontrar caixa eletrônico para sacar lá? 

 Na função débito não tem nenhuma taxa. E nesse cartão a função crédito também não, porque ele é pré carregado, queridos leitores. Tanto faz o nome que você dá para a função que o usa, se será debito ou crédito, pois ele é Pré, entende?

 O que significa que depois que você carregou o cartão você pode usá-lo como cartão de débito ou crédito, e não há nenhuma taxa.  Todos os lugares que fui (deixarei a lista de exemplos) aceitam tarjeta, e eles nem perguntam se é debito ou crédito. Mas, podem passar nas duas funções. 

 Se vc tem 50 mil pesos chilenos na conta, quando comprar algo de 10 mil pesos chilenos, será debitado do seu cartão exatamente 10 mil pesos e nada além disso. Não há nenhuma taxa a mais por passá-lo. 

 Mas, então como eles ganham dinheiro te emprestando o cartão? 

 Eles ganham na mensalidade da conta e nas taxas de saque. Na minha conta a taxa mensal é menor que R$ 5,00. Porém, para sacar há taxas. E as taxas variam de acordo com o caixa eletrônico. 

 Esse cartão está ligado a rede Cirrus que tem em todo lugar, desde o metrô a supermercado, postos de gasolina, shopping e etc. Em qualquer lugar tem um caixa eletrônico para você sacar seu dinheiro com o cartão Super

  Compensa sacar? 

 Eu diria que só em caso de necessidade. Fizemos somente 2 saques na viagem, porque foram extremamente necessários. O resto todo foi usado no débito. As taxas de saque foram de R$7,00 e R$ 14,00. Como foram efetuadas em caixas de bancos diferentes, acreditamos que elas variem de acordo com o banco em que se saca. 

 Sacamos no caixa eltrônico do Banco do Chile no metrô e no Banco Santander no Centro. 

 Aliás, quem é correntista do Banco Santander deve verificar o câmbio do banco para usar seu cartão, do próprio banco, na função débito lá. Pois, Santander tem em todo canto. 

 Por que eu digo débito, e não crédito, quando me refiro a cartão normal (que não é pré pago)
Porque são coisas diferentes. Cartão de Crédito normal só use numa emergência e fora isso: NUNCA! 

 Eu levei o meu e só usei numa emergência. Além de você pagar o câmbio muito muito muito muito maior, ele só mostra o valor desse câmbio no dia do fechamento da fatura. O que pode significar uma baita surpresa. 

 Pois, você não sabe se o câmbio do dia do fechamento será igual ao do dia da compra. Repito, além deles cobrarem câmbio muito mais caro que qualquer outro lugar, você tem o iof sobre toda compra.  No débito você já carrega com iof e já sabe quanto está pagando antecipadamente na moeda. Não há surpresas. Minha dica é: Crédito só na emergência.

 Voltando à minha experiencia: Esse Cartão Super atendeu tao bem às minhas expectativas que acabei não usando dinheiro em especie. Levei real para pagar o táxi do aeroporto ao hotel, como já havia combinado antecipadamente com o Esteban. O Esteban é aquele taxista maravilhoso que já recomendei no post anterior (que mostrei no vídeo) e, ele, aceita real. 

  No entanto, fora isso,  usei todo o meu curto dinheirinho no cartão super. Se chegasse lá e desse uma zica e não fosse possível sacar, o que eu faria? Faria uma transferência desse dinheiro para o banco pela internet e usaria o cartão de "crédito normal". Mas, obviamente, era só neura. Santiago é uma capital e todo lugar passa tarjeta

 Qual a minha recomendação? 
A minha recomendação é esse cartão Super. Além do câmbio favorável, traz segurança de não circular pela cidade com todo seu dinheiro. 

 Um detalhe: ao solicitar o cartão pela internet, a Super envia 2 cartões. Um ficava comigo e outro com o Marcelo. Se um perdesse, o outro ainda possuiria uma tarjeta. Uma boa sugestão é levar metade do dinheiro no cartão e metade em espécie (real), assim equilibra bem. Não foi o que eu fiz, mas creio que seja o melhor, para evitar saques. 

 E o tal do dólar? Se você já tiver dolar, leve! Dolar é sempre bem visto. E, inclusive, preciso mencionar que há um imposto cobrado pela maioria dos hotéis, de 19%, além da taxa apresentada nos sites como booking e dos próprios hotéis. 

 Quando você paga em dólar, geralmente é isento desse imposto. Mas, essa informação deve ser confirmada direto com o seu hotel. No meu caso foi assim. Para pagamento em dolar, em especie, ficaríamos isentos dos 19%. Nesse caso, compensou usar dólar. 

 Compramos dólar somente para o hotel, pois 19% de economia no hotel seria vantajoso, mesmo tendo que comprar dólar a 3,30 no dia em que compramos.
Hoje, bem mais que R$3,30 faça as contas se compensam os 19%.





 Preço das coisas

 Vou dar uma ideia de preços a vocês para que possam ter  um parâmetro. Tudo que eu falar em real, estou calculando que teoricamente meu realzinho com iof saiu um pouco menos de 200 pesos chilenos. Use a proporçao pela cotaçao do peso no dia em que você ler esse post.


  1. Hotel no Bairro Providencia, Departamento Centro Urbano Providencia, (ao lado da estação Manuel Mont): 60 dólares a diaria, sem 19% de imposto.
  2. Almoço no Mercado Central (Pratos mostrado no vídeo 01): Salmão e Congrio especiais, 01 Cerveja Austral, Coca, 1 água, 2  doses de Pisco Sour: 150 reais
  3. Almoço no MC Donalds: Mesmos preços do Brasil
  4. Tour e degustação concha Y toro : 50 reais ou 10 mil pesos chilenos.
  5. Transfer Aeroporto X Hotel em Carro Grande com o Esteban (super recomendo) 18 mil pesos. Menos que 100 reais.
  6. 2 Crepes gigantes no Patio Bella Vista: 25,00
  7. Capuccinos aromatizados no Juan Valdez Café com 2 tortas doces: 40 reais
  8. Jantar e Pisco no Pattio Bella Vista (Há infinitas opções e mostro nos videos): 150 reais
  9. Mote com Huesillos no Cerro San Cristobal: 5,00 reais
  10. Metrô: 660 pesos a média. Depende do horário mudam os preços
  11. Taxi do Bella Vista à estação Manoel Mont em Providência, à noite: 2,200 pesos
  12. Almoço no Hard Rock Café (2 Legendary burguers e refrigerantes): 150 reais
  13. Pisco Sour garrafa no Jumbo do shopping Costanera: 18,00
  14. 2 media lunas, 2 roscas tipo dunuts e 1 suco de caixinha na Castaño do metrô: 12,00
  15. 1 Pisco Sour Maracuja + 1 Pisco Sour limão no Patio Bella Vista: 15,00 reais
  16. 1 Terremoto + 1 coca + 1 porção de Chorrillana (batatas, ovo e carne)no bar Amapola, Pio IX: 50,00 reais



Bom, espero tê-los ajudado. Se estes post são uteis pra você ou se tiver alguma dúvida não deixe de falar comigo. 

Não deixe de falar comigo aqui, ou  nas redes sociais no @gui_margutti

Besos, estou saindo... mas, se eu me lembrar de algo volto aqui e posto para vocês sobre preços.

Você poderá gostar também de:

Primeiro post da Série Chile

Roupas de Neve e Mala de Inverno

Viagem a Santiago - Vídeo 02 - Mais dicas


segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Viagem a Santiago! Vlog 02. Mais Dicas: Tudo sobre o Metrô de Santiago no Chile. Como Usar o Metrô em Santiago?

 Olá Conectados!

 Hoje, postei o segundo vídeo da viagem a Santiago, no Chile. Além de trazer o link do vídeo para que vocês possam assisti-lo, vim trazer mais algumas dicas sobre Santiago. 

 Os assuntos não deverão se esgotar tão cedo. São muitas dúvidas e coisas para contar e eu sei que tudo ajuda ao viajante que procura blogs e dicas. Se for a sua primeira vez no blog (Seja Bem Vindo) e se você chegou aqui procurando dicas para Santiago ou Lugares com neve, recomendo que também leia aos 3 últimos posts, assim saberá a historia desde o começo. Espero que esses relatos possam te ajudar a aproveitar da melhor maneira sua viagem.

 Obviamente, te convido a voltar em breve, para os futuros posts, ainda tenho muitas coisas a te contar e espero que você me conte também se essas dicas estão sendo úteis, ok?!

 Sobre o segundo vídeo da viagem... Espero que consigam ver o quanto Santiago é um #lugarencantador. 




Postagens Relacionadas:

Santiago no Chile - Cidade Baita Animada - Parte 01

Como Preparar Uma Mala de Inverno e Neve?

Galeria De Fotos de Roupas Usadas em Santiago e Bariloche


    Então, vamos lá. Quero falar várias coisas sobre Santiago e que estão relacionadas aos vídeos, mas hoje comecemos pelo metrô. 
  
  Muitas pessoas tem vindo falar comigo e me perguntar sobre: táxi, locação de carro ou metrô para circular dentro de Santiago? Gente, a resposta é absoluta: Metrô! "Mas, eu nunca andei de metrô e na minha cidade não tem, vou me perder?" 

  Não, querido leitor! Você não terá dificuldades. Eu também moro numa cidade onde não há metrô. Usar o metrô para os chilenos é como comer arroz para nós. É algo simples, prático e comum. Comecemos pelo seguinte: é muito mais barato, mais rápido e seguro! Por que seguro? 


  Porque infelizmente existem taxistas não confiáveis em todo lugar do mundo e você pode ser enganado facilmente por não compreender a língua e não conhecer as distancias. Não estou dizendo para não andar de táxi. Tanto que recomendei o Esteban (super recomendo seus serviços) no post anterior e no vídeo. 


  Mas, estou dizendo que dentro da cidade será muito mais fácil andar de metrô que andar de qualquer outra coisa. E, a chance de você ser enganado no metrô é praticamente nula. Não há porquê alguém te dar uma informação errada. A atenção deve ser com a estação que você pretende descer.




 Vamos partir do ponto que você estará em algum lugar querendo ir para outro lugar que já sabe qual é, ok?! Se você já sabe qual o lugar que quer visitar é porque já pesquisou sobre esse lugar. Se não pesquisou fará isso, até para organizar seu cronograma de viagem. 





  Provavelmente você queira visitar lugares próximos no mesmo dia. Então, voltamos ao ponto que você sabe onde vai. Você quer ir ao Costanera Center ver o maior prédio da América Latina e ao pesquisar, sobre ele, descobre que o nome da estação próxima ao Costanera é Tobalaba

 Você se dirigirá à estação de metrô mais próxima que estiver. Lá você irá comprar e carregar seu cartão de metrô, no guichê da própria estação. Com o cartãozinho na mão se dirigirá aos painéis ao lado das catracas. Esses painéis bem grandes nas paredes mostram os nomes das estações. Assim que avistar a sua, passará na catraca (lado direito ou esquerdo) de acordo com o sentido que seu trem vai.  

 Se você está numa estação x e vai até a y (já sabendo o nome da estação que vai), simplesmente precisará ver quantos pontos necessita esperar dentro do metrô até descer. "Ah, mas e se eu me distrair e não contar quantas paradas passei?" Não se preocupe, há uma gravação dizendo o nome de todas as estações a cada parada.

 Agora, se você se arriscar no Espanhol também pode pedir informação. Não é um bicho de 7 cabeças mostrar o mapinha, um folder do ponto turístico ou nome da estação escrita e dizer...Como llego? Chilenos são super simpáticos e super gentis com os Brasileiros.

  Contudo, apesar de muito simples mesmo. Existem pontos em que o metrô faz conexão. Significa que às vezes você quer ir num local, mas do ponto em que está não é possível ir com um único metrô. Veja a figura acima. Então precisará pegar 2 trens.  Como é isso? Você vai olhar naquele mega quadro na parede, que eu mencionei há pouco, verá qual a estação que quer ir e o desenho te indicará que será necessário trocar de metrô em certa altura. Você anota o nome da estação e quando chegar nela desce. E aí se dirige até o embarque do próximo metrô. Basta seguir o desenho ou levar o nome escrito num papel para pedir informação. Não tem erro. Fique tranquilo.


 Como todo lugar com aglomerações o metrô pode ser um prato cheio para espertinhos e batedores de carteiras, dessa forma: Bolsa no lado da frente. Se você já viaja faz tempo provavelmente usa doleira por baixo da blusa, mas se não tem o hábito de carregar uma doleira, carregue a bolsa sempre na frente. Mas, não é nada pra se assustar. Santiago é uma das capitais mais seguras da América Latina. O Metrô é sempre movimentado, mesmo nos finais de semana e à noite. É comum vermos os carabineiros (policiais) circulando pelas estações e por toda cidade.


 O preço da passagem agora em julho era em torno de 660 pesos. Não se assuste com centena, lá é tudo com milhar. Depois farei um post explicando qual a melhor forma de levar dinheiro pra Santiago. Eu disse em torno desse valor, porque há horários mais baratos que outros. Mas, 660 pesos deve dar em torno de R$ 3,50. O metrô funciona das 06:00 h da manhã até as 23:00h. Porém, nesse horário, ele vem fechando por estação, pelo menos no sábado. Então, atenção para ir não ir muito em cima da hora para estação e correr o risco de encontrá-la fechada. Como aconteceu comigo num sábado à noite saindo do Bella Vista. 

  Bom, pessoal, por hoje é isso! No próximo post virei falar sobre $dinheiro$ e sei que esse assunto é uma grande preocupação em viagens. Não deixe de se inscrever aqui no blog e no canal do youtube para me contar se as dicas estão te ajudando. Ah, me siga também nas outras redes sociais: @gui_ da1up 
   
Te desejo uma otima viagem e até logo!

Besos!

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Galeria de Roupas Usadas na Neve - Look Inverno e Neve




Olá Conectados,

  Resolvi postar a galeria de fotos que havia  prometido,  no post anterior, sobre "como organizar uma mala de inverno e neve".
 Penso que assim, seja mais fácil compreender o que usar para se proteger do frio. Lembrando, obviamente, meus lindos, que esse aqui não é um blog de moda, rsss

 Toda a explicação  que está aqui, tem a intenção de ajudá-los a se proteger do frio, economizar dim dim e a não extrapolar o limite de peso estipulado pela Cia Aérea para a mala. 

  Deixo para vocês algumas das fotos, com carinho, para mostrar que levei e usei poucas peças, em 15 dias de viagem a Santiago no Chile e à Patagônia Argentina. Percebam que usei somente 2 casacos a viagem toda e 1 corta vento por cima na neve. Se não leu toda a explicação, volte um post ou clique aqui =D

 Qualquer dúvida, sugiro que leiam o post anterior (aqui) e não deixem de falar comigo aqui ou nas outras redes sociais. E, boa viagemmmm!!!  Beijos da Gui @gui_da1up

Posts Relacionados:





Explicações nas legendas!

 Nossas coisas antes de irem para as malas. Duas malas que poderiam pesar no máximo 20k. Nas malas de mão iriam casaco, secador, câmera, acessório, farmácia e etc.

Luva Própria para Neve


Bota Própria para Neve Quechua, antes de eu trocar o cadarço.





Cerro San Cristobal - Santiago - Chile - 6 graus


                  


Centro de Santiago - Chile 9 graus



Santiago - Chile - 7 graus

Santiago Chile 5 graus



Prato de Boteco tipicamente Chileno. Não me lembro quantos graus estavam, porém creio que estava na média dos 5.


Bota cano curto usada em toda viagem para "surrar". Primeira Camada e Casaco. Nas pernas primeira camada + legging comum.

Santiago Chile - 7 graus - Primeira Camada e Fleece apenas, mesmo no Cerro San Cristobal, o ponto mais alto da cidade.


  

        
                           Percebam que a variação dos looks está apenas na touca e                           cachecol, pelas 3 fotos seguintes. 

                    




Noite em Bella Vista - Santiago Chile - 5 graus - Usando Camada 01 + Cacharrel de lã como Camada 02 + Casaco Forrado. 



                



Bariloche -  6 graus, porém sensação térmica de muito mais frio que em Santiago, por estar muito mais úmido. Fez se necessária a bota impermeável, pois chovia a qualquer momento.


Bariloche - Nevando - Temperatura de menos - 4 graus. Utilizando todas as camadas


Preparação para subir a montanha. Colocando  calça e casaco impermeáveis por Cima da Roupa.


Colocando Casaco Fino Impermeável por cima do casaco comum.

Colocando a Touca Impermeável com Protetor de Orelha



Já sem o Corta Vento e sem a touca devido o calor gerado pela atividade física. 

Todas as 3 camadas sendo usadas + o corta vento. Temperaturas que variaram entre -7 graus e menos - 10 graus. Detalhe: Corpo em repouso.

San Martin de Los Andes, 5 graus, usando camada 1 + camada 2 e casaco forrado.

Cerro Otto quase 18h. Temp de 0 graus e muito vento, porém sem umidade relevante. Camada 01 + Fleece + Casaco, e protetor de ouvido.


Buenos Aires - 9 graus - Camada 1 + Cacharrel de Lã (eu), sem casaco.

Marcelo com Camada 01 + Casaco.



Buenos Aires 14 graus (dentro do aeroporto) 

Apenas Camada 01 (Meia legging) e Camada 01 Blusa


Camada 01 calça e blusa + jeans e fleece.

Bariloche, começou a chover, tacá le os corta ventos impermeáveis por cima.

Neve bem fininha caindo. Camada 01 + Fleece + Casaco Quentinho + Capa
Corta Vento,  para tomar banho de chuva. Ops, de Neve. Pena que a câmera não conseguiu pegar tão bem o gelinho.


  Alto das Cadeiras (Teleférico) no Cerro Catedral. Muita Neve!!! Nevando, Ventando e Temperatura de menos 10. Em relação à sensaçao térmica? Só Deus sabe qual era a sensação térmica nesse momento!! Todas as camadas e sentindo muito frio no rosto, mãos e pés. Ainda bem que o trajeto dura somente alguns minutos.





Centro de Bariloche, 4 graus e vento. Fleece + Corta Vento



Bariloche - 4 Graus - Camada 01 Pernas e Jeans como camada 2. Camada 01 Blusa e Cacharrel de Lã como camada 02. Casaco Forrado como camada 03.
                                   

 San Martin de Los Andes, 4 graus. Mesmo Uniforme! Legging, Camada 01 para pernas + legging. Camada 1 (blusa) + camada 02 + meia de lã + casaco forrado. Bota de neve para caminhar por poças e gelo.
                                   

                           

                           

Centro de Bariloche. Temp: 5 graus com muita umidade. Camada 01 e casaco quentinho de lona como a bota de neve. Marcelo com camada 01 e Fleece, porém Corta Vento anexado ao cinto da Calça. Esse corta vento que indiquei no post anterior, quando dobrado, torna se uma bolsinha de 15 cm.
                           

                           



                             

                              
Olha o Santo Corta Vento novamente aí. Até dentro do restaurante. Somente Camada 01 + Fleece e Corta Vento.

                             


                              

   
Visita à Havanna, Temp: 4 graus, porém muito vento. Estavamos sem fleece. Somente com camada 01 e casaco. Não estava um dia úmido, mas foi necessário colocar o corta vento impermeável para permanecermos aquecidos. 
                             
                              

Camada 01 + Camada 02 + Camada 03. Temperatura: - 5 graus
                       

                               

                              

                               


                           




                          


Muita neve e umidade.  A temperatura foi caindo consideravelmente. Estávamos no final do dia com temperatura abaixo 12 graus negativos. Bota Impermeável, mesmo molhada não passou água para dentro.
                          

 
© Café da Alice - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Thay Atallah.
Tecnologia do Blogger.