segunda-feira, 2 de março de 2015

Confeitaria Piegel em Curitiba: Tradição e Bem Servir!

Ah, as contrariedades da vida....

Estava eu, um final de semana desses, em Curitiba /  PR, louca para conhecer uma casa de cookies/cupcakes chamada Goodies Bakery. Fui até o local, que faz jus à fama de fofo, num sábado as 17:00 horas; e para minha surpresa, logo que cheguei lá: Sem Estoque! Ou seja, sem bolinhos, sem cookies e sem comida!!!

Havia acabado tudo. Para não dizer tudo, tinha alguma coisinha ainda, mas nada comparado ao que idealizei por ter visto nas fotos do instagram. Fiquei bem chateada, já que essa era uma meta do final de semana em Curitiba. Claro que consegui dar uma olhada na decoração, no lugar e tal. Mas, fui obrigada a bater retirada já que queria comer.


Contudo, meu irmão que mora em Curitiba e conhece muitas cafeterias legais me falou que ali pertinho há uma confeitaria com anos de tradição chamada Piegel. Confesso que eu estava a fim de conhecer algo diferente, mais moderno. Porém, a tradição quase sempre nos traz certa segurança em não errar, uma sensação de conforto e isso é ótimo!

Chegamos na Piegel. Provavelmente esse nome domina o bairro, rs! Tem a Piegel Confeitaria, a Padaria, um boulevard com as lojinhas e enfim, a rua é deles, rss! O lugar é super legal. Grande, cheio de opções, estacionamento e um pessoal extremamente qualificado trabalhando.

Pensei que seria apenas mais um café colonial, como tantos que já fui. No entanto, fiquei encantada. Ao chegar já fomos super bem recepcionados e, durante toda a estada lá, a palavra de ordem era: Empatia. As pessoas simplesmente te atendem bem. Gosto muito de observar a equipe que trabalha em locais onde se come à vontade, tanto: rodízios como buffets. Não percebi, uma só pessoa que não fosse solicitada ou simpática. 


Quando comentei que morava em SC e que era a primeira vez que visitava ao local, fui levada a conhecer todos os ambientes da Confeitaria. Fiquei surpresa como tamanho do lugar. Eles tem espaço para eventos e, ainda, promovem  cafés dançantes. Uma proposta bem bacana, uma espécie de baile amparado por todas aquelas delícias! Hummm

Evento Promovido na Piegel - Baile Carioca - Foto Reprodução Facebook Piegel


Falando em delicias, o buffet é realmente bem gostoso. Você tem a opção de comer por quilo ou kilo (os dois são aceitos,rs); ou tem a opção de comer à vontade por um preço fixo. Em torno de R$30,00, com bebidas inclusas.




Havia pães, quiches, tortas, massas, empadão, frios, salgados, ovos, diversos doces, molhos, frutas e um bolo de milho, hummmmm! Pode parecer estranho eu citar o simples bolo de milho, mas a verdade é que foi o melhor bolo de milho que já provei na vida. É sério! Um bolo molhadinho, na medida, nossa... me dá água na boca de lembrar.

Claro que as outras coisas eram deliciosas. Tinha banoffee também, que vcs sabem que eu amo. Mas, acabei não provando, ficou na minha lista de próxima vez.

Eu sempre avalio um bom café colonial por 3 coisas: Atendimento, Pão Macio e Quantas vezes eu vejo o chef/confeiteiro dando uma conferida no buffet. Eu explico. Em lugares onde se come à vontade, os clientes demoram ocupando a mesa e a equipe fica irritada. Parece que sempre querem rotatividade. Entendo que em tempo de capitalismo rotatividade significa lucro. Todavia, me desculpem empresários! Mas, poder se sentar a mesa e permanecer sem a impressão que é preciso desocupar é amorrrrr! =)


Isso é delicadeza e ganho de estrelinhas. Na Piegel a gente se sente assim. Você senta e pode conversar, apreciar, sem aquela sensação que os garçons tão pensando em " vai demorar quanto tempo para desocupar" ou "como você come demais". Não que seja meu caso, rsss

O segundo item é o pão macio. Muitos cafés colocam vários tipos de pães, desnecessários, porque não vão sair quando se tem opção de tortas, salgados, empadões e outros. Porém, quando você resolve pegar um pãozinho pequenininho, ele está ali: duro. Isso, porque está há um tempão exposto no ar condicionado. Ali, não havia tantas opções de pães e os que tinham estavam fofos. 

O terceiro ponto é ver o criador cuidando da criatura. Vi, diversas vezes, o confeiteiro dando um check no buffet, ajeitando ou substituindo os alimentos. Mais 3 pontos para a Piegel. ;)

Foto Reprodução - Carlinhos de Jesus em evento na Piegel Confeitaria.

Enfim, eu adorei o lugar. Adorei a proposta. Adorei a historia do lugar. A confeitaria com mais de 20 anos de história, é uma empresa consolidada. E a proprietária Jeanne Piegel é parte da 
4ª geração da família no ramo de fabricação de pães e doces. O início desse empreendimento foi por volta de 1915, fabricando artesanalmente biscoitos em sua residência. Como eu disse: Tradição dá a segurança do acerto!


Super Recomendo um café na Piegel, imagine no inverno que gostoso!

Por hoje é só, se você quiser assistir ao vlog, para mais detalhes, tem vídeo no youtube nesse link aqui.


Beijocas e ótima semana!

Gui Margutti


1 comentários:

 
© Café da Alice - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Thay Atallah.
Tecnologia do Blogger.