terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Das Cafeterias que frequento e essa minha doença...

Oiii genteeeeee!

Ontem uma pessoa, que pouco conheço, me perguntou: "Mas, por que você gosta tanto de padaria? Será que é algum trauma, você tem que se cuidar! Anda com pensamentos de gordo!"

Eu: " Oi?!?.....!#?#!??#!?!? "

Confesso que na hora fiquei meio chocada e não soube o que responder. Mas, o que tem de errado em eu gostar tanto desses lugares? Sim, aquela pergunta me causou uma sensação bem estranha. Primeiro pensei em fazer exame para Diabetes, depois pensei em me pesar e, passados alguns minutos, comecei a analisar, com meus poucos conhecimentos freudianos, se a palavra "trauma" se encaixava.


Ilustração "Tão Eu" - Google - Reprodução.

Eu criei o blog para falar daquilo que eu achava que dava um UP na vida. Pensava em compartilhar minhas soluções criativas para facilitar a rotina, gravar minhas receitas de microondas, mostrar minhas gambiarras para resolver pequenos problemas do dia dia. Sei lá! Após passar por uma fase bem difícil e  conseguir "Dar um UP" no que parecia não solucionável. Pensei que fosse hora de escrever um livro! Estou brincando, rss Ou não! =D

 Mas, decidi que era hora de catalogar algumas experiencias e a melhor forma seria anotando e compartilhando-as. 

 Bom, nesse meio tempo, acabei percebendo entre as coisas que me dão prazer está: conhecer lugares novos. Especificamente: Cafeterias, Confeitarias, Casas de Chá e Docerias. Por quê? Hoje, eu ainda não tenho a resposta, mas tenho uma leve ideia. Em torno de uma mesa de brunch estão sempre as cores, os aromas, a alegria, a fartura e, deliciosamente, o campo infinito das possibilidades. 

 A possibilidade de se estar só e curtir a própria companhia. Não adianta! Passar bastante tempo sentado à mesa de um restaurante, sozinho, pode ser constrangedor. Eu tenho a impressão que tenho que desocupar logo, "dar área", se estiver sozinha. Em uma cafeteria posso sentar e ficar lá, por muito tempo. Essa ideia me agrada, é algum trauma? Só o pessoal do campo da psicologia poderá me dizer.
  
 E sobre dividir um agradável cupcake com alguém que a gente goste? Ah, a possibilidade de aquecer o coração num dia frio com uma caneca de chocolate quente, mesmo que sozinho. E o poder curativo do desânimo que uma simples xícara de café  exerce, naqueles 5 minutos de pausa, na padoca ao lado do trabalho?
  Claro que tem também a possibilidade de ler um livro, que a própria casa ofereça, quando você não levou o seu. Você pega um ali emprestado e pode ocupar uma mesa por tempos, sem ser incomodado.
 Contudo, o melhor é conhecer gente. Gente que também pertence a esse grupo dos "cafeteriomaníacos", ou poder trocar um dedinho de conversa com o garçom. Descobrir coisas incríveis! 
 Ah, tá! Tem a decoração desses lugares também. Eles, quando são bons, conseguem reunir, cores, luzes, comida, agradáveis sabores, boa companhia (nem que seja a nossa) e decorações que geralmente remetem aconchego!

 Dessa forma não sei qual o meu problema, mas quero dizer que não estou a fim de ser curada! Ah, e quanto ao blog, quero dizer que é obvio que eu continuarei falando aqui de tudo aquilo que dá Um UP. Mas, venho te fazer um pedido: Não estranhe se os posts das cafeterias, docerias, confeitarias, delicatesses e todos esses lugares, prazerosos, tomarem conta desse blog. Sintam à vontade para desfrutarem comigo ou sugerirem outro vício.

2 comentários:

  1. Gui, acho que a pessoa só comentou por comentar, do tipo, "não tenho nada melhor para fazer". Eu também adoro conhecer cafeterias, docerias, etc. Não tem nada de errado nisso. Você criou o blog para mostrar a sua visão do mundo, as coisas que te inspiram e que te fazem bem. Algumas pessoas irão se identificar e outras não, você escreve para as que se identificam, ou outros você simplesmente ignora. hahaha
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Juliana, é isso mesmo! Nem precisava me justificar né!? Mas, o limão acabou virando limonada,rsss Beijos e adoro seu canal no youtube! Adorei o delineado azul... agora quero passo a passo do pretinho básico, rsss bjs

      Excluir

 
© Histórias de uma Coffebooklover - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Thay Atallah.
Tecnologia do Blogger.